Os 60 anos da CRB de Porto Alegre

Foto: Susana Rocca

Ao completar 60 Anos de fundação da Conferência dos Religiosos do Brasil - Regional de Porto Alegre/RS (CRB/RS), elevamos ao Senhor um hino de louvor pela vida e missão da Vida Religiosa Consagrada (VRC).

Início da CRB no Rio Grande do Sul

A Vida Consagrada desenvolve uma missão muito importante na Igreja do Rio Grande do Sul. Muitas Congregações vieram da Europa nestes mais de 500. Cada Família Religiosa tem sua história, seu crescimento, sua expansão, também, às vezes, seu declínio. Todas elas estão a serviço da Igreja e da sociedade.

Uma Instituição existe social e culturalmente na medida em que possui uma visibilidade reconhecida através de sinais, que lhe conferem uma identidade e credibilidade social. Como toda Instituição secular, também a Vida Religiosa necessita de um princípio unificador e dinamizador, uma "alma" que a mantenha viva, uma mensagem que seja compreendida e promova adesão para o bem comum. Ela precisa ter um "conteúdo" próprio. É devido ao seu "ser" que ela tem uma palavra ainda em nosso tempo.

Pela profissão dos votos de obediência, de castidade e de pobreza, nós religiosos e religiosas temos a vida pautada pela oração, pela vida fraterna em comunidade e no serviço/missão.

A vida Religiosa no Rio Grande do Sul em números

O Rio Grande do Sul é agraciado com a presença de aproximadamente 4.000 religiosos e religiosas, pertencentes a 67 Congregações (masculinas e femininas), constituindo 701 comunidades. São 485 Irmãos religiosos e sacerdotes missionários gaúchos em outros Estados do Brasil ou em outros países. Setecentos e cinco Irmãs Religiosas missionárias atuam fora do Estado e também em 74 países. Estão a serviço do povo necessitado e da missão evangelizadora da Igreja.

Para melhor servir, a Regional da CRB/RS conta com 21 Núcleos de Religiosos/as nas 18 Dioceses do Estado, integrados na missão da Igreja. Com alegria registra-se também, a presença significativa de 14 Mosteiros de Vida Contemplativa.

A VR nasceu para ser missionária e solidária

Com vigor missionário e profético, a Vida Religiosa do RS continua enviando missionários e missionárias às regiões mais necessitadas do Brasil e do mundo.

Constata-se que, na grande maioria, os Religiosos/as assumem as atividades na área da assistência social, na saúde e na educação. É de grande importância para a VRC estar a serviço deste público, muitas vezes carente de quase tudo.

Atualmente, são chamados a uma nova realidade social, marcada pela secularização e precisa responder a novas situações, a partir do Evangelho e das propostas dos fundadores e fundadoras, buscando um compromisso mais engajado e solidário com os pobres. Precisamos abrir novos caminhos e retomar os objetivos pelos quais os Institutos Religiosos nasceram.

No contexto atual, o brado de Deus para nós é o mesmo do profeta Isaias há tantos séculos atrás: "Vejam que estou fazendo uma coisa nova."Ela está brotando e vocês não percebem?" ( Is 43,19). Com esta inspiração, a VRC reafirma e celebra sua presença sempre em constante renovação sendo, assim, um sinal, uma luz para aquelas realidades onde predomina a desumanização, a falta de valores e a esperança.

Como Conferência dos Religiosos prioriza-se a missão com opção preferencial pelos pobres, pelos mais vulnerabilizados e pelos excluídos, com um estilo de vida simples, assumindo o cuidado da vida onde ela está mais ameaçada, em compromisso com os movimentos sociais, o processo democrático, a justiça social, o inter-religioso e a ecologia integral, em escolas confessionais ou públicas, nos hospitais, nas creches, na inserção em meios populares, em diversos serviços sociais e outras áreas.

É desta maneira que se assumem novas frentes:

  • Trabalhos em redes, parcerias, articulações em políticas públicas, no acompanhamento de portadores de HIV, no mundo do trabalho; no atendimento aos surdo-mudos, aos cegos, à pastoral carcerária, nas creches e casas-lares para crianças pobres, à pastoral da Criança, no atendimento às Comunidades terapêuticas, integração nas CEBs (Comunidades Eclesiais de Base), à pastoral da Juventude.
  • Combate ao tráfico humano,Um Grito pela Vida através da Rede Brasileira; solidariedade aos migrantes, prostituição infantil e feminina, justiça e paz, direitos da mulher e consciência ecológica, no cuidado da vida.

Ao comemorar o JUBILEU DOS 60 ANOS DA CONFERÊNCIA/RS, somos chamados/as a fazer memória de toda a história construída com dinamismo, criatividade, confiantes da perene fidelidade de Deus e, também, evocar o testemunho místico e profético das Religiosas e Religiosos que, com alegria, seguem os passos do Senhor Jesus. Confiantes de que "sempre haverá água nova no poço" para fortalecer a mística e profecia da VRC de todas as gerações, continuamos com esperanças e alegria.

Dia 19 de agosto, a CRB/RS celebrou o grande evento jubilar, com a presença do Prefeito da Sagrada Congregação dos Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica,cardeal João Braz de Aviz, no Colégio Bom Conselho. Também esteve presente a presidente da Conferência Nacional dos Religiosos, Irmã Maria Inês Ribeiro e o arcebispo Dom Jaime Spengler.

FONTE: http://www.bomconselho.com.br/