Executiva do Comina organiza Congresso Missionário Nacional

000encontro
Por Andréa Bonatelli - 22 / Ago / 2016 17:50
A executiva do Conselho Missionário Nacional (Comina), esteve reunida em Brasília (DF) segunda-feira, dia 22, para discutir a produção e organização do 4º Congresso Missionário Nacional, que será realizado em Recife (PE), em setembro de 2017.

Participaram do encontro o presidente do Comina, dom Esmeraldo Barreto de Farias; padre Maurício da Silva Jardim, diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM); irmã Irene Lopes, da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam); padre Estêvão Raschietti, secretário executivo do Centro Cultural Missionário (CCM); irmã Maria Inês Ribeiro, presidente da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) e padre Sidnei Dornelas, assessor da Comissão para Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB.

Dom Esmeraldo explicou que esta reunião trata, exclusivamente, da preparação do 4º Congresso Missionário Nacional. "Aqui estamos dando os primeiros passos para a preparação do Congresso Missionária Nacional, que acontecerá em Recife, de 7 a 10 de setembro de 2017. Já houve uma reunião em Recife, em junho passado, onde puderam apresentar o objetivo geral do Congresso e já começaram a ver o que é de responsabilidade da arquidiocese de Olinda e Recife. A diocese que acolhe o Congresso precisa ver as possibilidades de local, hospedagem, alimentação, som, comunicação, enfim, toda logística e infraestrutura para receber os cerca de 700 participantes deste evento".

O presidente do Comina relatou que a executiva está animada com a realização do Congresso em Recife. "Ficamos satisfeitos por Recife acolher o Congresso em razão do trabalho missionário que está sendo feito no Regional Nordeste 2, que abrange as dioceses de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. Recife está num dinamismo missionário muito grande, com Comidis e Comipas em quase todas as paróquias".

Dom Esmeraldo explicou ainda que o Congresso Missionário Nacional é uma preparação para o Congresso Americano Missionário. "Ainda não temos o texto base do Congresso Nacional porque esse texto vem da coordenação latino-americana. Nosso Congresso é uma preparação para o 5º Congresso Americano Missionário (CAM 5), que acontecerá em julho de 2018, em Santa Cruz de la Sierra, Bolívia. Como preparação, cada país organiza seu Congresso Missionário Nacional, e onde é possível os Regionais e as dioceses também fazem essa preparação, como um simpósio ou um seminário. Esse material, que ainda não chegou da Bolívia, é o que vai nortear o material do nosso Congresso Nacional. Ele aprofunda o tema da missão e está ligado 'A Alegria do Evangelho'".

Padre Maurício afirmou que esta reunião é a base da construção do Congresso Nacional. "O Congresso Missionário Nacional é coordenado pelas POM. Juntamente com a CRB, Comina, CCM, Comissão para a Ação Missionária da CNBB e Repam, vamos pensar juntos esse Congresso. Os eixos e a linha do Congresso partem da reflexão deste grupo".

O diretor nacional das POM esteve em Recife para a primeira reunião. "O Congresso está em fase de construção. Sentimos que o pessoal da arquidiocese de Olinda e Recife está muito animado, eles querem vivenciar juntos todo esse processo do Congresso". Padre Maurício continuou: "Queremos ter um momento que vai envolver toda a arquidiocese de Olinda e Recife. Será a missa de encerramento do Congresso, num domingo, numa celebração com todas as paróquias".

Para padre Maurício, o maior desafio agora é encontrar a linha do Congresso. "O maior desafio que tenho é encontrar a linha, a temática, os eixos do Congresso. Esta linha será desenvolvida a partir do material que vem da Bolívia. Assim que traduzirmos tudo desencadeamos o objetivo do Congresso, a missão do Congresso, os palestrantes, enfim, toda a dinâmica do Congresso. Em seguida vamos para a produção de materiais. Livreto, cartaz, todo kit de material vem a partir desta linha".

A próxima reunião sobre o Congresso Missionário Nacional, com representantes da coordenação, será em Recife, no dia primeiro de novembro.

Fonte: POM